Manchete do Dia/Portal O Vale/Polícia/Pindamonhangaba/SP: Cabo Bruno é executado 34 dias após deixar a prisão

Ex-comandante do “Esquadrão da Morte” levou diversos tiros quando chegava em casa após participar de um culto religioso

 

O ex-policial Florisvaldo de Oliveira, conhecido nacionalmente como “Cabo Bruno“, foi executado aos 53 anos por volta das 23h45 desta quarta-feira por dois homens armados em Pindamonhangaba. O crime aconteceu quando ele chegava em casa com sua família, 34 dias após ter deixado a P-2 de Tremembé.
Os assassinos disparam pelo menos 20 vezes contra a vítima e cinco projéteis atingiram sua cabeça. Nada foi roubado.
Segundo  a perícia, os assassinos usaram pistolas ponto 40 e 380 para cometer o crime.
Cabo Bruno foi condenado por chefiar o ‘Esquadrão da Morte’ nos anos 80 em São Paulo. Ele foi acusado de receber propina de comerciantes para matar pessoas na zona sul da capital. Foi condenado a 117 anos, quatro meses e 13 dias por seus crimes –que teriam sido mais de 50 assassinatos.
Cumpriu 27 anos e ganhou a liberdade no dia 23 de agosto. O pedido de liberdade  teve como base o decreto da presidente Dilma Rousseff (PT) — que dá perdão da pena a presos que cumpriram 20 anos seguidos e que tenham bom comportamento.

LEIA MATÉRIA COMPLETA, ACESSE:

http://www.ovale.com.br/cabo-bruno-e-executado-34-dias-apos-deixar-a-pris-o-1.318908

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: