A culpa é da árvore

16 de junho de 2015

Se procurarmos no Wikipédia, a inciclopédia livre, árvore é um vegetal de tronco lenhoso cujos ramos só saem a certa altura do solo . Em termos biológicos é uma planta permanentemente lenhosa de pequeno ou grande.

Há cerca de sete ou oito anos atrás uma das minhas filhas, na época   adolescente , chegou em casa meia que triste , relatando-me que várias árvores do canal dois em Santos, estavam sendo cortadas, inconformado,  resolvi ligar para a prefeitura de Santos e depois de muito passa e repassa  e falar com uma  meia dúzia de pessoas, me orientaram a ligar para o horto municipal, onde um engenheiro florestal me atendeu educadamente e  tentou me  convencer  que o motivo do corte estava relacionado a espécies asiáticas, trazidas pelos europeus, como o chapéu de Sol ou figueira branca, que crescem muito e causam estrago no chão bem como  o ataque de cupins.

Resolvi checar in loco. Das  muitas  árvores decepadas ou mutiladas, a maioria tinha o seu cerne, aquela parte que fica entre  a medula e a casca,  perfeita e  poucas tinham cupins, portanto não  justificava aquele procedimento ou  mutilação. Denunciei o fato a imprensa  e as podas foram paralisadas.

Infelizmente não existe um critério na cidade para o corte ou remoção de árvores, fala-se tanto em preservação ambiental mas o que se vê é o verdadeiro desrespeito pela natureza e o péssimo exemplo vêm do poder público, pela falta de critério na execução de podas e remoções.

Muitas vezes ficamos impressionados com a atitudes de alguns comerciantes que pensando em aumentar a visibilidade do seu ponto comercial, cortam ou podam  árvores na calada da noite. Porém às vezes  o tiro sai pela culatra.  O dono de uma pizzaria em Santos, cortou uma árvore que ficava em frente o seu comércio,   a notícia se espalhou pelo bairro e  muitos clientes revoltados, deixaram de freqüentar o seu comércio,  culminando com o seu fechamento.

Em uma   tradicional comunidade religiosa de Santos, o pastor sugeriu o corte de árvores que segundo ele impedia  a  visualização do tempo e o retorno das chamadas “ovelhas desgarradas”. revoltadas  com tal conduta, o presidente renunciou  muitas famílias se afastaram, engrossando o rebanho das ovelhas desgarradas.

Quem não se lembra  das  centenárias figueiras branca, localizadas ao lado antiga Estação da Fepasa ou Sorocabana, ,aquelas árvores formavam uma espécie de cortina e impedia a visualização do mercado. Sob alegação de que representavam perigo para a rede elétrica da avenida a prefeitura  patrocinou a retirada das seringueiras, causando revolta em centenas de moradores do bairro.

Um importante pecuarista do interior de São Paulo, mandou  derrubar todas as árvores de sua fazenda, transformando tudo em pasto. O seu concorrente mais próximo e vizinho de cerca, fez ao contrário e transplantou árvores  por todo o pasto.  No primeiro verão, o pecuarista que almejava grandes lucros, viu seu rebanho perder muito peso, aquela sombra e grama sob as árvores já  não existiam mais e  os bovinos perambulavam  pelo pasto desesperados, como são ruminantes eles sentem a necessidade de deitar sob uma sombra descansar e  ruminar. Inconformado o pecuarista, chegou a culpar o seu administrador, mas resolveu voltar atrás, após visitar a fazenda do seu concorrente que ria à toa da sua desgraça.

Recentemente nas imediações da Francisco Glicério, um  cedro com aproximadamente 20 anos, foi removida, porque alguns moradores do condomínio alegavam que  não tinham visão da rua.

A sociedade tem muito à  aprender sobre preservação ambiental. Sonhamos com um futuro onde o homem conviva pacificamente com a natureza.

J. Carlos C.Silva

Editor do Blog

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: