A população santista está praticamente dividida no que diz respeito à avaliação da limpeza das vias públicas do Município, um aspecto essencial ao bem-estar da comunidade e fundamental por ser considerada estância turística. Enquanto 48,2% consideram que as vias estão limpas ou muito limpas, 45,1% entendem que estão sujas ou muito sujas.

Esse é um dos resultados de um levantamento encomendado pela Prefeitura ao Instituto de Pesquisas A Tribuna (IPAT). Para se chegar a essa constatação, foram entrevistados 600 moradores da Cidade com mais de 16 anos, no último dia 30.

Na opinião de três em cada quatro moradores (75,1%), o aspecto que mais contribui para a impressão de sujeira é a falta de educação e de conscientização daqueles que descartam incorretamente os resíduos.

O serviço de limpeza é apontado como ótimo ou bom por 41,7%, contra 17,8% de ruim e péssimo. Outros 38,4% consideram regular essa atividade.